Página Inicial
Home Memórias Depoimentos

A música gaúcha abre os braços à América Latina

O melhor festival de 83 nasceu de um projeto ousado para integrar a arte latino-americana e se transformou na novidade musical dos anos 80 no sul do Brasil.

A primeira edição do Musicanto definiu o caminho a seguir. Naquele ano, a vitória de “No sangue da Terra Nada Guarani”, de Nelson Coelho de Castro, firmou a tendência por uma visão  moderna da música. Mas não ficou aí. “Vozes Rurais”, de João de Almeida Neto, tornou-se um clássico da música campeira gaúcha, “Apelo da Paz” de Elton Saldanha e “Querência Maior” de Mário Bárbara, anunciavam a presença do nativismo mais elaborado. Do norte do país desceu Genésio Sampaio, autor de “Lira do Povo”. Junto com Basílio Conceição – In memorian – e Juraíldes da Cruz, ele abriu o caminho para os brasileiros que viriam nos anos seguintes.

Em 83 estiveram também em Santa Rosa artistas vindo da Bolívia, Uruguai, Chile, Paraguai e Argentina. Entre eles Raulito Barboza e Los Caminantes, Grupo Los Hijarkas, Grupo Tacuruses, Argentino Luna e várias delegações de folclores. Ao lado de artistas gaúchos como Cenair Maicá e Chaloy Jara, do Grupo Terra Viva, do Ballet Maria Waleska e dos maiores nomes do nativismo gaúcho, eles selaram a marca que iria acompanhar o festival nos próximos dez anos.

“O Musicanto representou o grande impulso de minha carreira no interior do Rio Grande do Sul. Minha vitória, naquela primeira edição, desencadeou o mercado que me absorve até hoje. Até, então, minha carreira era direcionada exclusivamente para os grandes centros urbanos, como Porto Alegre e região metropolitana. E olha que eu não participava de festivais, não tinha a menor intenção de vencer quando fui participar! Considero o Musicanto um dos maiores festivais do país, na atualidade, importantíssimo para a cultura brasileira”, afirma Nelson Coelho de Castro.

Fonte: Revista Musicanto 10 anos – Novembro de 1992. Página: 5.


Página Inicial Informações Turísticas Contato Painel de Controle Musicanto no Facebook