Página Inicial
Home Notícias

13/11/2014

LUIZ CARLOS BORGES RECEBE HOMENAGEM COMO FUNDADOR DO MUSICANTO

Programa Galpão Crioulo lançou o Troféu Origens para homenagear os festivais do Rio Grande do Sul


A RBS TV e o programa Galpão Crioulo apresentam em 2014 o Troféu Origens - Destaque dos Festivais Nativistas.

Essa premiação surge a partir do desejo do Programa Galpão Crioulo de estar perto da produção da música regional e valorizar os festivais Nativistas que há mais de quatro décadas realizam esse circuito artístico-musical do Rio Grande do Sul.

O Programa mais tradicional e de maior abrangência do gênero da televisão na região sul do Brasil, defendendo há quase 32 anos o espaço da música Regional, tem o compromisso de prestigiar esses eventos que tanto tem fomentado a produção musical e o crescimento dos talentos locais.

O Troféu Origens nasceu para valorizar os artistas, os novos talentos e novas músicas do cancioneiro gaúcho apresentadas nos Festivais.

A primeira edição do “TROFÉU ORIGENS”, tem o objetivo de homenagear destaques dos principais festivais no ano, contemplando todos envolvidos nas músicas em competição, como: compositores, músicos, intérpretes, sendo assim mais uma premiação além das já oferecidas no Festival enquanto concurso.

Uma música que apresentou um tema até então inédito ou surpreendente? Um instrumentista ou cantor que tenha emocionado a platéia? Uma música que seja promessa de virar sucesso? Um novo cantor? Um instrumentista que inclui um instrumento novo no formato regional? Um arranjo, um grupo vocal? Um cantor mirim que se atreve a concorrer num circuito profissional? Uma música que tenha levantado a platéia? Enfim, um leque de opções que necessariamente não estão contempladas pelas premiações do festival e que deve ser realmente um marco do festival.

O premiado recebe a obra do artista Caé Braga, confeccionado especialmente como nome de troféu Origens, fazendo menção à música tema do programa da RBS TV. A inspiração, segundo Braga, são os próprios artistas que estão no palco, representados por dois músicos de braços erguidos em agradecimento ao público. "É a vitória, a consagração, o agradecimento ao público e ao aplauso, verdadeiro pagamento de quem faz arte", completa ele.
A obra traz, também faz menção a dois instrumentos musicais representativos para a música gaúcha: o violão, influência da colonização espanhola, e o bombo-leguero, que representa o índio e a miscigenação com o primitivo.

Os vencedores do Troféu,recebem também o convite para uma participação especial no programa Galpão Crioulo, além de ter seu trabalho repercutido em outros veículos e programas da RBS TV.
A avaliação dos premiados é feita pelo próprio corpo de jurados de cada festival, independente das demais avaliações constantes em regulamento e de acordo com os critérios estipulados pelo "Origens". Como exceção, a produção do Programa e a RBSTV fazem a entrega no Musicanto sul-americano de Nativismo, mesmo sem o festival contemplar na edição deste ano a competição. Para tanto, escolheu-se a figura de Luiz Carlos Borges para receber a premiação como um reconhecimento por ter sido o fundador de festival e também, para valorizar a importância do evento, único e precursor no Rio Grande do Sul na integração da arte latinoamericana.

Já foram entregues sete prêmios este ano, valorizando talentos da música regional nas regiões: RBSTV Caxias (festival de Vacaria); RBSTV Santa Cruz (Canto da Lagoa, festival de Encantado); RBSTV Santa Rosa (Canto Missioneiro, festival de Santo Angelo); RBSTV Pelotas (REPONTE, festival de São Lourenço do Sul); RBS TV Passo Fundo (Carijo da Canção, festival de Palmeira das Missões); RBS TV POA (TAFONA da Canção, festival de Osório) e RBS TV Cruz Alta (Coxilha Nativista).


SOBRE O ARTISTA CAÉ BRAGA:
O Troféu Origens foi criado pelo artista Caé Braga, que tem uma proximidade muito grande com a vida campeira e musical do Rio Grande do Sul. A paixão pelo cavalo, e o convívio com o grupo dos Cavaleiros da Paz, faz dele um artista com traços muito fortes da cultura gaúcha, como podemos ver na sua própria definição: “ ...QUERO ENCANTAR AOS OLHOS ELEVANDO A ALMA, LIBERANDO O PENSAMENTO. CORPO QUE GALOPA LIVRE NO AR!”
CARLOS EDUARDO da SILVA FERREIRA BRAGA, ou CAÉ BRAGA, simplesmente como é conhecido nasceu em 1961 em Porto Alegre. De 1980 a 1984 freqüentou o Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre onde cursou escultura e litografia. Foi bolsista no atelier de Vasco Prado. De 1985 a 1991 trabalhou com o escultor Luiz Gonzaga. Já realizou várias exposições individuais destacando na Galeria Marisa Soibelmann em 1993 , também participações na I Bienal do Mercosul e na mostra comemorativa aos 450 anos da cidade de São Paulo. Dos vários salões que participou, foi premiado em alguns, como no Salão da Escultura e Pintura de Novo Hamburgo (RS) com Medalha de Ouro, 1º Lugar prêmio no Salão da Câmara Municipal de Porto Alegre. Foi classificado no Espaço-Arte com uma escultura em praça pública no Parque Marinha do Brasil. Criou e realizou o "Troféu Carnaval 92" para a cidade de Porto Alegre.
Apoiadores Sindilojas - Santa Rosa Prefeitura Municipal de Santa Rosa RealizadoresGaia - cultura e arte Musicanto

Sítio Eletrônico reformando o site